• Publicado em

    Americano mata esposa que ‘não consequia parar de rir’ dele

    Tripulantes do cruzeiro informaram que o corpo da vítima foi encontrado na cabine onde o casal estava hospedado
    COMPARTILHE

    As autoridades norte-americanas informaram que Kenneth Manzanares, de 39 anos, foi formalmente acusado pelo homicídio da esposa, Kristy, em um cruzeiro no Alasca.

    À polícia, o suspeito disse que matou a mulher pois “não aguentava mais ser ridicularizado pela esposa”, que não parava de rir dele.

    Tripulantes do cruzeiro informaram que o corpo da vítima foi encontrado, com um ferimento na cabeça, na cabine onde o casal estava hospedado.

    O homem foi preso na quarta-feira (26), informou o Dia.



    Via Noticias ao Minuto
  • Participe do debate em nosso grupo no Facebook