• Publicado em

    Ao menos 15 deputados trocam de sigla no 1º dia de janela partidária

    Período permite que parlamentares troquem de partido sem possibilidade de punição como perda do mandato

    Pelo menos 15 deputados trocaram de partido nesta quinta-feira (8),primeiro dia da janela partidária. Neste período do calendário político, deputados federais e estaduais podem mudar de legenda sem sofrer punição. O prazo para trocar de sigla vai até 6 de abril.

    Segundo levantamento feito pelo G1, 8 dos deputados migraram para o PSL; 4, para o DEM; 1, para o PT; 1, para o PCdoB; e 1 para o Pros. Há expectativa que mais parlamentares sigam o mesmo caminho, já que a troca de legenda envolve questões como tempo de campanha na televisão e repasses ao partido.

    Entre os nomes que fizeram as trocas, estão o de deputado Jair Bolsonaro, que deixou o PSC para ser pré-candidato à Presidência pelo PSL. O parlamentar levou o filho, Eduardo Bolsonaro, para a mesma sigla.

    Confira a lista de deputados que trocaram de partido

    Jair Bolsonaro (RJ) PSC — PSL

    Eduardo Bolsonaro (SP) PSC– PSL

    Delegado Waldir (GO) PR — PSL

    Delegado Eder Mauro (PA) PSD — PSL

    Delegado Francischini (PR) SD — PSL

    Marcelo Álvaro Antonio (MG) PR — PSL

    Carlos Manato (ES) SD — PSL

    Major Olímpio (SP) SD — PSL

    Laura Carneiro (RJ) sem partido — DEM

    Heráclito Fortes (PI) PSB — DEM

    João Paulo Kleinubing (SC) PSD — DEM

    Sergio Zveiter (RJ) Pode — DEM

    Celso Pansera (RJ) MDB — PT

    Gilvaldo Vieira (ES) PT — PCdoB

    André Amaral (PB) MDB — Pros