• Publicado em

    Após briga por ciúmes de mensagens no celular, comerciante mata namorada a tiro em Goiás

    O acusado disse que queria ver mensagens no aparelho, mas ela não permitiu. E que ele não tinha intenção de matar, pois pensou que a arma sem munições.

    Um crime passional chocou a cidade de Goianira, região metropolitana de Goiânia, Mônica Gonzaga Bentavinne, de 23 anos foi morta com um tiro na cabeça efetuado pelo seu namorado.

    O acusado João Carlos dos Reis Arantes, também de 23 anos, efetuou o disparo após pedir a moça para ler uma mensagem em seu celular e ela ter negado.  Ele alegou para a polícia que pensou que a arma estava sem munições. Pois ele efetuou um disparo para cima e a arma “lencou” (falhou) .

    Na sequência ele apontou para a cabeça da Mônica e efetuou o disparo que desta vez não falhou, após o disparo atingir a vítima João Carlos tentou socorre-la a levando-a a um hospital, mas a jovem não resistiu e veio a óbito.

    O suspeito foi detido em flagrante e encaminhado à delegacia de Goianira.

    Mônica Gonzaga Bentavinne foi morta com um tiro no rosto, em Goianira (Foto: Reprodução/Facebook)