• Publicado em

    Atiradores invadem casa na região de fronteira do Brasil e matam jovem de Goiás

    Outras duas pessoas ficaram feridas, uma delas, gestante. Suspeita da polícia de MS é de que pelo menos duas vítimas estejam ligadas ao tráfico de drogas.

    Atiradores invadiram uma casa no início da noite de sábado (9), em Coronel Sapucaia, a 377 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai, e balearam quatro pessoas. Duas delas morreram, uma está internada em estado grave e a quarta teve ferimentos leves.

    De acordo com a polícia, seis suspeitos chegaram ao local em um carro escuro e entraram atirando. O dono da casa estava no banheiro e quando ouviu os disparos lá permaneceu e não foi atingido.

    Duas das quatro vítimas têm 18 anos, são de Anápolis (GO) e tinham acabado de chegar na casa. Larissa Rayane de Souza, de 19 anos morreu no local e a outra, que está gestante, está na UTI do Hospital Regional de Ponta Porã.

    Leia também: Acusada de participar de sequestro e morte de jovem em Goiás é presa 

    As outras vítimas são dois paraguaios: uma mulher de 27 anos e um homem de 33. Ela morreu e ele foi atingido nas costas, recebeu atendimento médico e como estava foragido da Justiça paraguaia por homicídio doloso, foi entregue à Polícia Nacional do Paraguai.

    Conforme a polícia, a casa fica a cerca de 50 metros do Paraguai, em um local com pouca iluminação pública. Os policiais suspeitam que as jovens de Goiás seriam ‘mulas’ do tráfico de drogas, ou seja, estavam no local a espera de entorpecente que levariam para outros estados.

    No imóvel a polícia apreendeu celulares e projéteis de pistola ponto 40, arma que no Brasil é de uso exclusivo de profissionais da segurança pública, de fuzil 556 e ainda de calibre 9 milímetros, que pode ser de pistola ou metralhadora.

    Enterro de uma das vítimas Goiana:

    O corpo da jovem Larissa Rayane de Souza, de 19 anos, chegou, na tarde desta segunda-feira (11), a Anápolis, a 55 km de Goiânia, para ser velado e enterrado.

    Fonte G1 MS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.