• Publicado em

    Baleia Azul: mensagem diz que 30 crianças serão envenenadas

    Ameaça deixou pais e educadores em pânico leva pânico a Ipanema, em Minas Gerais

    Pânico entre pais, alerta máximo nos corredores e imediações da Escola Estadual Nilo Morais Pinheiro, nesta quarta-feira (19), em Ipanema, Minas Gerais. A instituição de ensino seria o alvo de um “estágio” do jogo Baleia Azul. É o que diz uma mensagem que circula pelo WhatsApp desde às 15h30 e informa que 30 crianças seriam envenenadas.

    Assinada por um remetente de nome Lucas, o texto informa que o décimo desafio é “dar balas envenenada pra 30criancas de 3escolas diferentes como já conhece bem a cidade escolhi o Nilo e a escolinha do campo e a imaculada pois tem mais criancas pequenas (sic)”, como escrito originalmente.

    Por fim, Lucas pede desculpas às mães, mas garante que tem de “cumprir ou eles vêm atrás de mim sinto muito pelos filhos de vocês – desafio aceito”. O diretor da Nilo Morais Pinheiro, Robson Nogueira, disse que, assim que a instituição tomou conhecimento da ameaça, convocou uma reunião para decidir que medidas seriam tomadas.

    “Por volta de 13h30, recebemos uma mensagem de alguém que estaria aceitando um desafio de envenenar crianças da cidade, dentre elas, alunos da escola. Recomendamos a nossos alunos a não aceitar nenhum doce, reforçamos a segurança no portão da escola e acionamos a polícia”, afirmou Nogueira ao jornal O Globo. A escola tem 800 alunos matriculados. À tarde, a maioria dos estudantes tem entre 6 e 11 anos.

    O tentente Bruno de Miranda Fernandes, comandante do Pelotão da Polícia Militar de Ipanema, informou que o número de pais e responsáveis entrando em contato com a PM aumentou nesta tarde. O PM lembrou, no entanto, que o desafio da Baleia Azul não tem sido ligado a nenhuma ação nociva a terceiros, mas à automutilação e ao suicídio. A PM avisou que o policiamento foi reforçado nas redondezas.

    Via/Noticias ao Minuto




  • Participe do debate em nosso grupo no Facebook