• Publicado em

    Briga por terreno foi motivo do assassinato do salva-vidas em Jataí, diz delegado

    O terreno era do sogro da vítima que se desentendeu com outras pessoas pela posse do lote, por tanto o salva-vidas não tinha nada haver com a rixa.
    COMPARTILHE

    O assassinato do salva-vidas  Jânio Mariano Souza, de 35 anos, em Jataí, foi motivado por uma briga por um terreno pertencente ao seu sogro, conforme relatos de testemunhas à Polícia Civil do município. Em entrevista, o Delegado Elexandre Cesar, confirmou que o sogro tinha um atrito antigo com os suspeitos. “Eles [suspeitos] derrubaram parte do muro construído pelo sogro da vítima. O cunhado da vítima ficou com raiva e foi no local para tirar satisfação”, disse.

    Jânio que não tinha nada haver com a discussão acompanhou o seu cunhado, e no meio do caminho eles encontraram os três desafetos e começaram com uma troca de tiros, e neste momento Jânio foi atingido com um disparo na cabeça. O delegado disse que a vítima também estava armada, mas não sabe dizer ainda, se os autores do assassinato chegaram a ser atingidos por alguns dos disparos.

    Na sequência o cunhado da vítima retornou a sua casa, mas os seus desafetos o seguiram e houve uma nova troca de tiros. Posteriormente os autores fugiram.

    O resgate foi acionado e constatou que Jânio já estava sem vida. A Polícia já tem o nome dos suspeitos e esta a procura dos mesmos.

    Repórter Mari JTI

    Veja todos os detalhes acompanhado à entrevista do Delegado abaixo.