• Publicado em

    Caiado oficializa Lincoln Tejota como vice em sua chapa na eleição deste ano

    Deputado estadual teve que enfrentar questionamentos sobre apoiar — literalmente até ontem — o governador José Eliton
    Ângela Moureira (Jornal Opção)

    Em evento esvaziado, sem o vereador Jorge Kajuru — anunciado como candidato ao Senado — e prefeitos, o senador Ronaldo Caiado, do Democratas, pré-candidato ao governo de Goiás, anunciou nesta manhã de quinta-feira (12/7), o candidato a vice-governador em entrevista coletiva.

    Escolhido para a vaga, o deputado estadual e presidente do PROS, Lincoln Tejota, deixa a base aliada ao governo de Goiás para se unir à oposição, meses após deixar o PSD e se filiar ao partido.

    urante entrevista, Lincoln alegou que aceitou o convite de Caiado por ter vontade de crescer e por querer estar em um grupo que “tenha lado”. “Tenho certeza de que no próximo ano construiremos um tempo novo, um momento novo em Goiás”, afirmou.

    Apostando no discurso de “renovação”, Lincoln, entretanto, não conseguiu se livrar dos questionamentos sobre o fato de apoiar — literalmente até ontem — o governador José Eliton (PSDB).

    Ao final, Lincoln passou a mensagem de que seguiu o entendimento da maioria do partido e acabou tendo que suportar, até mesmo, o fogo amigo de alguns colegas. Em entrevista, o vice-presidente e liderança do PROS, Reginaldo Melo, jogou para Lincoln a “traição” à base e declarou que a militância do partido sempre esteve alinhada com o democrata, mesmo antes de Lincoln assumir o partido.

    “Mas de 80% do partido tinha tendência em apoiar Caiado. Com a chegada do Lincoln formou-se uma situação constrangedora, já que ele sempre colocou apoio ao nome de José Eliton”, defendeu.

    O dirigente ainda elogiou a decisão do parlamentar e disse que a mudança foi motivada exclusivamente pelo bem da sigla. “Temos que ver o que é melhor para o PROS , não para José Eliton ou Caiado”, finalizou.

    Já o senador Ronado Caiado, também em entrevista, pontuou que a decisão da escolha da vice foi tomada em conjunto com os apoiadores. “Essa decisão teve o apoio de todos que compõem os partidos unidos da oposição no Estado de Goiás e houve consenso na candidatura deste jovem parlamentar, que em um curto espaço de tempo, construiu liderança na Assembleia Legislativa”, declarou Caiado.

    Ele destacou, ainda, a relação de Lincoln com os prefeitos do Estado e chamou a atenção para a capilaridade eleitoral do grupo. “Sabemos da densidade eleitoral do nosso vice”.