• Publicado em

    Caixas de papelão viram casinha para cães de rua se protegerem do frio no DF

    A ideia surgiu da união de protetores dos animais, que confeccionaram 30 casinhas em uma hora e meia de trabalho. Dentro delas foram colocados cobertores, ração, água e um apelo para que as pessoas respeitem o espaço construído com muita dedicação para abrigar os animais de rua
    COMPARTILHE

    O inverno que tem feito o brasiliense sofrer com o frio também faz com que os bichinhos de estimação procurem um cantinho quente como abrigo.

    Na semana passada, depois de muitos anos, a sensação térmica foi de 2ºC no DF.

    Em casa, cães e gatos se enrolam nas mantinhas compradas pelos proprietários nos pets shops, dormem em casinhas e caminhas caras ou até na cama do próprio dono.

    Mas, nem todos os animais têm essa sorte de receber amor, comida, carinho e um ambiente quentinho para dormir tranquilo.

    Pensando nos animais de rua, um grupo de voluntários começou a confeccionar casinhas de papelão e distribuiu em diversos pontos do Distrito Federal e Entorno.

    Os primeiros abrigos já foram espalhados em praças e paradas de ônibus da Santa Maria, Gama e Valparaíso de Goiás e tem conquistado o coração dos amantes dos pets.

    A ideia surgiu da união de protetores dos animais, que confeccionaram 30 casinhas em uma hora e meia de trabalho.

    Dentro delas foram colocados cobertores, ração, água e um apelo para que as pessoas respeitem o espaço construído com muita dedicação para abrigar os animais de rua.

    O pedido foi colado no papelão para evitar que as pessoas destruam as casinhas.

    Você pode ajudar com trabalho voluntário ou doações de papelão, tapetes, cola e ração. Mais informações pelos telefones (61) 99290-7618 e (61) 99237-0220 e na página do Facebook https://www.facebook.com/casinhaaumiga/




    Jornal de Basilia