• Publicado em

    Campanha na internet ajuda jovem a pagar viagem para estudar medicina em Jataí

    Aluno de escola pública, ele conta que estudava com computador emprestado.
    COMPARTILHE

    Segundo reportagem do G1 GO, após ser aprovado para o curso de medicina na Universidade Federal de Goiás (UFG), o estudante Leonardo Ribeiro, de 18 anos, ganhou uma campanha na web para receber a ajuda e se mudar de Goiânia, onde mora, para estudar em Jataí, na região sudoeste de Goiás. Aluno de escola pública e sem condições financeiras para bancar os estudos em outra cidade, ele diz que conta com a ajuda de voluntários para viver o “sonho” dele.

    Leonardo conta que usava o computador do irmão emprestado para complementar os estudos. “Ele reclamava demais, porque eu sempre tinha que estudar, às vezes ele tinha que trabalhar no computador. Mesmo tendo muitas dificuldades, estando em um colégio que não era tão bom quanto um colégio particular e tendo que estudar em casa, eu sempre tive uma força de vontade muito grande”, contou.

    O jovem se matriculou no curso da UFG de Jataí depois que uma campanha bombou nas redes sociais. De acordo com a mãe de Leonardo, a dona de casa Daniela Olanda, a família chegou a falar para o menino desistir de se mudar para estudar e tentar passar para medicina na UFG da capital.

    “Foi o primeiro pensamento que veio na nossa cabeça, de desistir e, aí cheguei a cogitar pra ele ‘em mais um ano de estudo talvez você consegue em Goiânia’. Só que aí que vem os anjos da guarda”, disse a mãe.

    O médico Antônio Carlos Júnior conheceu a história de Leonardo e resolveu fazer uma mobilização para garantir que o menino pudesse cursar medicina. Ele afirma que, em pouco tempo, a campanha ganhou grande repercussão e o jovem conseguiu todo o apoio para que pudesse morar em Jataí.

    “Surgiram pessoas que não têm dinheiro para dar, mas falaram ‘olha, eu lavo a roupa dele, eu faço o almoço dele’, outro disse ‘eu tenho um taxi, eu carrego ele para baixo e pra cima’, teve um que falou ‘tenho um caminhão que faço frete, eu levo a mudança dele, se precisar’, contou Antônio Carlos.

    Com o sucesso da campanha, Leonardo se muda neste fim de semana para a cidade, mas diz que conta com a ajuda de todos para conseguir passar os seis anos de curso na cidade. “Eu só tenho que agradecer a Deus, porque eu não posso pagar o que eles estão fazendo por mim”, disse.