• Publicado em

    Cantor de rap é morto a tiros durante show. Veja vídeo

    Robson RBS foi atingido por seis disparos no momento em que estava ao lado do palco, aguardando para se apresentar
    COMPARTILHE

    Robson Pereira de Souza Machado, 30 anos, morreu ao ser baleado durante um show em Brazlândia, no Distrito Federal, no último domingo (16/4).

    O evento “Ensaiaço” reuniu cantores de rap no Galpão da Feira Permanente do Novo Assentamento, na Vila São José.

    A vítima, que era mais conhecida como “Robson RBS”, foi atingida por seis disparos no momento em que estava ao lado do palco, aguardando para se apresentar.

    O artista chegou a ser levado ao Hospital Regional de Brazlândia, mas não resistiu aos ferimentos.

    Ele foi atingido por três tiros na parte frontal do corpo e três nas costas, quando tentava fugir.

    O tio de Robson prestou informações na 18ª Delegacia de Polícia. Ele disse que o sobrinho não tinha envolvimento com drogas ou desafetos, mas que a ação indicou o direcionamento específico para a vítima. Segundo testemunhas, o autor estava encapuzado e chegou a dar 10 tiros.

    A Polícia Civil não encontrou sinais de sangue no local. Por esse motivo, a perícia não foi acionada.
    Os investigadores, entretanto, encontraram um projétil deflagrado aparentando ser de pistola 380mm. O crime foi gravado por moradores que acompanhavam o festival de música. O público ficou em pânico.

    Em entrevistas disponíveis no YouTube, o cantor afirma que começou a ouvir rap e gostava das letras pela ideologia. Decidiu, então, escrever as próprias músicas, sempre inspirado nos Racionais, RZO e Consciência Humana. Uma das músicas de trabalho do rapper era “Papel Bordado“. “Eu não acho e nem vejo essa letra como se fosse apologia. Sempre quis relatar o que a TV não mostra. A vida nas ruas, como acontece. A molecada está desse jeito mesmo, não vou cantar mentira”, disse ao programa Plow!

    Confira uma apresentação de Robson RBS feita em Águas Lindas de Goiás:

    Fonte/Metrópoles




  • Participe do debate em nosso grupo no Facebook