• Publicado em

    COD apreende mais de 100 quilos de pasta base de cocaína no Parque Amazônia, em Goiânia

    Segundo a PM, houve a colaboração da Polícia Militar da Bahia; cinco pessoas foram presas e são levantados como principal associação criminosa de tráfico do Estado

    Uma ação conjunta entre o Comando de Operações da Divisa (COD), Polícia Militar da Bahia e Polícia Federal desarticulou uma das maiores quadrilhas de tráfico de drogas de Goiás. A ação aconteceu nesse sábado na Capital.

    Mais de 160 quilos de pasta base de cocaína foram apreendidos no estado e na Bahia, sendo que 113,5 quilos estavam armazenadas em uma casa no Parque Amazônia, em Goiânia

    Segundo informações do tenente-coronel Henrikson de Souza, do COD, houve duas ações em cada estado. Com o compartilhamento de informações pelas corporações foi possível chegar a desarticulação de toda a quadrilha.

    Wellington Alves de Oliveira, conhecido como Tega, é o chefe da organização criminosa. Ele está detido na Penitenciária Odenir Guimarães (POG) e cumpre pena por tráfico de drogas

    Ainda de acordo Henrikson, a droga vinha da Bolívia e era trazida para Goiás que, posteriormente, abasteceria as Regiões Norte e Nordeste do País. Toda a droga está avaliada em R$ 5 milhões.

    Na Bahia, foram presos  Juliano Medeiros Mota, de 26 anos; Weverton Gentil Alves de Oliveira, de 30 anos, e Valdirene da Silva Figueiro, de 37 anos. Eles eram os responsáveis pelo transporte e logística do material.

    Em Goiás, foram detidos Alessandro Senhorinha de Jesus, de 39 anos, que era responsável pelo armazenamento da droga em Goiânia, e Cristina de Oliveira Morais, de 37 anos, que fazia toda a contabilidade, e foi presa no Jardim Progresso, também na capital.

    Os suspeitos foram autuados por tráfico internacional de drogas e podem pegar até 25 anos de prisão. Alessandro e Cristina foram levados à sede da Polícia Federal em Goiânia.



    Via Mais Goiás
  • Participe do debate em nosso grupo no Facebook