• Publicado em

    Detento matou colega por desavença fora do presídio de Jataí, diz DGAP

    O detento foi degolado na cela 2 na ala B do presidio. A vítima do homicídio no presidio havia assassinado um adolescente na madrugada do mesmo dia que foi morto.

    Uma desavença antiga foi o motivo da morte de Marcelo Marçal Assis da Silveira, 26 anos, por volta das 18 horas no presidio de Jataí, no Sudoeste Goiano.

    Esta foi alegação do autor do crime o outro detento identificado como Bruno da Silva Brito, ele usou uma arma de fabricação artesanal  (chucho) para cometer o crime dentro da cela 2 na ala B.

    Em nota, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que uma sindicância será aberta para a apuração dos fatos.

    Esta é a segunda vítima de Bruno da Silva Brito no presidio de Jataí, já que em 23 de outubro de 2017 ele havia assassinado o detento Jonathan Ferreira (relembre).

    NOTA-DGAP

    A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informa que, nesta quarta-feira (31/1), o detento Marcelo Assis da Silveira foi assassinado dentro da unidade prisional de Jataí.

    Por volta das 18 horas, os agentes de plantão foram avisados que havia um preso morto dentro da cela 2 da Ala B.

    Quando os servidores chegaram ao local encontraram o detento Bruno da Silva Brito ao lado do corpo portando arma de fabricação artesanal (chucho). Ele assumiu a autoria do crime sob a alegação de que já havia tido problemas com a vítima fora da cadeia.

    O Instituto Médico Legal (IML) e a Polícia Técnico-Científica foram imediatamente acionados para os procedimentos legais.

    A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Jataí.

    Será aberto sindicância para apuração dos fatos.