• Publicado em

    Emprego: Goiás tem o melhor janeiro em cinco anos

    Proporcionalmente os municípios com maior saldo positivo foram Santa Helena de Goiás (3,26% de saldo), Jataí (2,48%) e Niquelândia (2,38%).

    Goiás teve o melhor janeiro dos últimos cinco anos na geração de empregos formais. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta sexta-feira, dia 2, o saldo positivo de vagas com carteira assinada, no Estado, foi de 5.732 postos – um resultado 20% melhor que o de janeiro de 2107. Em todo o Brasil, foram criadas 77.822 novas vagas, primeiro resultado positivo desde 2012.

    Ainda de acordo com o Caged, os setores que mais abriram empregos em Goiás, em janeiro, foram os serviços, com saldo de 1.770; indústria da transformação, com 1.646; construção civil (1.566) e a agropecuária, com 1.259. Os setores que fecharam vagas foram o comércio (-432), extrativo mineral (-92) e administração pública (-15).

    A pesquisa mostra que 50.773 profissionais conseguiram emprego em Goiás em janeiro, enquanto 45.041 foram desligados. Os municípios com maior saldo positivo foram Goiânia (862), Aparecida de Goiânia (825) e Anápolis (372). Proporcionalmente, os melhores desempenhos ficaram com Santa Helena de Goiás (3,26% de saldo), Jataí (2,48%) e Niquelândia (2,38%).

    Em relação aos subsetores da economia, os que mais geraram postos de trabalho com carteira assinada em janeiro foram a indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico (1.059) e comércio e administração de imóveis, valores imobiliários e serviços técnicos (960).

    Momento
    O bom desempenho em janeiro abre boas perspectivas para o mercado de trabalho em Goiás para os próximos meses deste ano. Em 2107, no mesmo mês, o Estado teve saldo positivo de 4.767 empregos com carteira assinada. No final do ano, Goiás foi a segunda unidade da Federação com melhor saldo positivo de novas vagas, com 25.370 admissões a mais que desligamentos.