• Publicado em

    Família pede justiça no caso do garoto morto encontrado nu em telhado

    Adolescente matou garoto após tentativa de estupro e jogou corpo no telhado

    De acordo in formações do Midia Max, em uma cerimônia marcada por comoção e pedidos de Justiça, foi enterrado por volta das 13h40 desta terça-feira (13), no cemitério municipal de Nova Andradina, no Mato Grosso do Sul, o corpo de Vitor Figueiredo Peixin, de 10 anos. Ele estava desaparecido desde o último domingo (11) e foi encontrado morto em cima de um telhado na manhã desta terça-feira.

    Informações do Jornal Nova News dão conta de que durante o velório e sepultamento a família do garoto não quis falar com a imprensa. No entanto, pedidos de justiça marcaram a cerimônia.

    O caso

    O garoto de 10 anos, Vitor Figueiredo Peixin, que estava desaparecido desde último domingo (11), na cidade de Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande, foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (13).
    O corpo do menino estava em avançado estado de decomposição e foi encontrado em cima do telhado de uma residência, próximo a uma antena parabólica. A polícia foi acionada depois de vizinhos sentirem mal cheiro.

    A moradora da casa sentiu o odor forte e pediu para que um adolescente de 15 anos subisse no telhado e visse o que tinha no local, momento em que o corpo foi localizado. O delegado que cuida do caso disse que Vitor estava sem o calção.

    Adolescente matou garoto após tentativa de estupro e jogou corpo no telhadocomo criar um blog

    Um adolescente de 17 anos que foi apreendido na tarde desta terça-feira (13), na cidade de Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande, confessou ter matado o garoto Vitor Figueiredo Peixin, de 10 anos, depois de tentar estuprar a criança.como criar um blog

    Em depoimento, ele disse ter atraído o menino oferecendo um tênis quando o encontrou no meio da rua. Ele estava voltando de uma balada, no Distrito Industrial e ia visitar o pai. Vitor o acompanhou até sua casa, próximo ao local onde o corpo foi encontrado. Já dentro da residência, o adolescente tirou as roupas do garoto e tentou estupra-lo, mas o menino passou a gritar e chorar.

    Para silenciar o menino, o adolescente o enforcou. Para sumir com o corpo, ele colocou Vitor nos ombros e o jogou em cima de um telhado, onde foi encontrado. Ainda de acordo com o delegado André Luis Novelli, o menino conhecia o pai do adolescente, e por isso, não deve ter se sentido ameaçado.

    No celular do adolescente, os policiais encontraram conversas com sua mãe onde falava que tinha matado uma pessoa e que precisaria fugir e se esconder. Ele será levado para uma Unei (Unidade de internação Educacional) de Dourados.como criar um blog