• Publicado em

    Família se espanta ao ver ‘morto’ voltar para casa dois meses após enterro

    Dois meses atrás, Aigali Supugaliev foi enterrado após exame de DNA em um corpo achado em decomposição identificá-lo como o morto. As informações são do Portal Extra.

    Só que, para a surpresa de todos, um dia “o morto” apareceu na casa em que mora em Tomarly (Cazaquistão). Vivo e saudável. Como poderia? O teste de DNA tinha precisão de 99,92%!

    Na verdade, o cazaque havia partido para um trabalho de quatro meses em uma fazenda sem avisar.

    “Minha filha quase morreu de um infarto ao ver o tio morto chegando em casa”, disse Esengali Supugaliev, irmão de Aigali, de acordo com o site “East2west news”. “A análise de DNA confirmou que o corpo era do meu irmão. Acreditamos no resultado e realizamos o funeral e todos os ritos. Gastei muito dinheiro”, concluiu.

    Aigali Supugaliev segura a sua lápide
    Aigali Supugaliev segura a sua lápide Foto: Reprodução/East2west news

    Agora, duas perguntas ficaram no ar: O exame de DNA foi bem feito? Quem é o homem enterrado?

    “É impossível dizer sem possibilidade de erro que um corpo pertence a determinada pessoa. Não devemos esquecer o 0,08%”, defendeu-se Akmaral Zhubatyrova, responsável pelo teste.