goiania

Fotos do cadáver de Cristiano Araújo viram briga macabra do Google | Plantão JTI
  • Publicado em

    Fotos do cadáver de Cristiano Araújo viram briga macabra do Google

    Fotos do corpo de Cristiano Araújo em necrópsia estão espalhadas pela web.
    COMPARTILHE

    A morte do cantor Cristiano Araújo mexeu com todo o Brasil. Até hoje, muitos fãs em todo o Brasil estão descontentes pelo falecimento do artista e se emocionam em comentários na internet. Uma polêmica, no entanto, mexe com o nome de #Cristiano Araújo. O Tribunal de Justiça e o Google travam uma batalha pelas famosas fotos do profissional de música sertaneja morto. O artista morreu em outubro de 2015, quando foi vítima de um acidente de carro. Ele e Alana, sua então noiva, faleceram em um capotamento em uma rodovia no estado de Goiás.

    Imagens da morte de Cristiano Araújo são censuradas pela Justiça. Google não quer fazer bloqueio

    Na época do falecimento, Cristiano teve muitos vídeos e imagens suas compartilhadas pela internet.

    O pai do artista, João Reis Araújo, como mostra uma matéria publicada nesta sexta-feira (11), pelo portal de notícias R7, triste com a divulgação do conteúdo nas redes sociais e no Google, entrou com um processo para tentar bloquear os vídeos e fotos que mostram a preparação do corpo do seu filho para o velório.

    Tribunal de Justiça condena Google a bloquear vídeo de necrópsia de Cristiano Araújo

    A decisão foi manifestada pelo juiz Clauber Costa Abreu. Segundo o R7, o magistrado ordenou que o Google retire do ar as imagens e vídeos que envolvem o cantor sertanejo. O Google tentou recorrer, argumentando que não tem como analisar os conteúdos antes que eles fossem publicados. A empresa de pesquisas na internet recorreu da decisão, mas, novamente, o recurso foi negado, dessa vez, em uma decisão manifestada pelo juiz Carlos Roberto Fávaro.

    Google é obrigado a remover fotos de Cristiano Araújo morto

    Quem representa a família de Cristiano Araújo é o advogado Rafael Maciel. Ele deu uma entrevista para o portal de notícias R7 e falou sobre o fato da decisão ser mantida na Justiça. Rafael disse que o que mais importa é que o tribunal confirmou a tese da defesa, que é possível sim bloquear a divulgação de vídeos e imagens nas pesquisas. Ele lembrou que isso já acontece, por exemplo, no combate a outros crimes, como pedofilia e terrorismo. Rafael ainda comemorou a decisão judicial, argumentando que ela respeita o chamado marco civil da internet.

    Google recorre novamente e que poder exibir Cristiano Araújo morto

    O advogado da família de Cristiano disse que isso é uma evolução, mas que o Google ainda vai recorrer à decisão. Apesar disso, já existe uma limitação nas buscas desse conteúdo.



    Fonte/É Manchete Blasting News
  • Participe do debate em nosso grupo no Facebook