• Publicado em

    Incêndio no centro de treinamento do Flamengo deixa dez mortos

    Incêndio ocorreu na madrugada desta sexta-feira, dia 8, e também deixou três pessoas ficaram ferida

    Um incêndio no centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, deixou dez mortos e três feridos na madrugada de hoje (8). O Corpo de Bombeiros ainda não tem informação sobre os nomes das vítimas. As informações são do Portal Exame.

    Leia também: Inconformada com o fim do relacionamento mulher atira e mata PM em Goiás  

    Equipes dos bombeiros ainda trabalham no local, conhecido como Ninho do Urubu, que fica no bairro da Vargem Grande.

    Vítimas de incêndio no CT do Flamengo são meninos de 14 a 17 ano

    As vítimas do incêndio que matou 10 pessoas e feriu três no Centro de Treinamento do Flamengo, na Zona Oeste do Rio, na madrugada desta sexta-feira (8), são meninos da categoria de base, entre 14 e 17 anos. A informação foi fornecida pelo Corpo de Bombeiros para a rádio ‘Band News’.

    Dos três feridos, um está em estado grave. Ainda não há informações sobre a identidade das vítimas. Segundo o ‘UOL’, o fogo atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base.

    As chamas foram controladas por volta das 7h20. No momento, os bombeiros atuam no rescaldo.

    + Sala morreu antes de realizar sonho de jogar na Argentina

    O elenco principal do Flamengo tinha trabalho programado no local às 9h30 desta sexta-feira (8). A equipe faria o último treinamento antes do clássico contra o Fluminense pela Taça Guanabara.

    O deputado Chico Alencar divulgou no seu perfil no Twitter informações sobre o incidente no Ninho do Urubu, como é popularmente conhecido o CT. Para o parlamentar, a “desgraça” era “evitável”:

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.