• Publicado em

    Jovem dá uma surra em mulher branca após ela insultar segurança negro; vídeo

    Uma mulher branca, da Carolina do Sul, identificada como Colleen Dagg, tornou-se uma sensação na internet depois que um vídeo dela batendo uma mulher branca racista foi divulgado em redes sociais. O vídeo rapidamente se tornou viral assim que foi divulgado nas mídias sociais na última terça-feira (22). Nas imagens, é possível ver com clareza uma mulher branca um pouco gorda e alta em um vestido azul dentro de um hotel da Flórida ameaçando gritando com a jovem.

    De acordo com relatos de imprensa local, a mulher racista fez um comentário racista sobre haitianos. Por sua vez, Colleen pediu para a mulher parar com seus cometários racistas.

    Nas imagens é possível ver que enquanto a mulher continuava com as ameaças, Colleen está sentada em uma poltrona tirando os seus sapatos e explicando se ela continuasse com suas ofensas ela teria que se defender. A mulher logo sai, mas volta novamente e desta vez ela acerta um tapa no rosto da jovem.

    Imediatamente, a luta teve um toque surpreendente quando Colleen é visto dominando a mulher e batendo-a com tanta força até que a equipe do hotel veio para afastá-la. Neste ponto, a mulher racista começa a chorar, ela então disse que está grávida de três meses  e ela vai se certificar de que Colleen vai para a prisão por lhe agredir durante a gravidez. Ela tentou libertar-se dos homens de segurança para continuar lutando contra Colleen, mas eles a seguravam.

    Oficiais uniformizados chegaram logo e a mulher racista se recusou a mencionar o papel que desempenhou na briga, mas colocou toda a culpa em Colleen.

    Ela informou que Colleen atacou e ela, e ela está grávida. Por sorte, todo o incidente foi capturado na câmera para mostrar quem foi culpado. Logo após, o vídeo ser tornou um sucesso, os negros no Facebook e no Twitter chamaram a mulher de heroína. Colleen, mais tarde, explicou nas redes sociais por que ela agrediu a mulher branca racista.

    “Este é um país jovem, construído sobre o racismo. Os negros têm sido privados de direitos durante mais de 250 anos. As pessoas brancas não aceitam e validam a verdade, mais perto chegamos a um lugar de paz e compreensão. Combater o racismo depende do uso do meu privilégio branco por razões corretas. Houve 2 exemplos de privilégio branco no vídeo. A mulher no vestido azul tentou usar seu privilégio branco sobre mim, o fato de eu ser branca também deve ter metido sua mente. Se você vê isso, diga algo. É realmente assim tão simples. Aviso Legal; Algumas pessoas não conseguem lidar com a verdade. Fique pronto”, escreveu Colleen no Twitter.

    Veja o momento exato do quebra-pau



    Fonte/ Francisco Chagas Blasting News
  • Participe do debate em nosso grupo no Facebook