• Publicado em

    Jovem mata o próprio irmão, se suicida e deixa carta aos pais no Facebook; veja

    Depressão é uma doença muito importante e pode causar terríveis tragédias.
    COMPARTILHE

    A depressão é uma doença terrível e pode fazer várias vítimas. Um caso notório voltou a repercutir, após a divulgação de um texto de um dos relacionados. No fim de junho, uma jovem de nome Juliana, de 25 anos, matou o próprio irmão e, em seguida, cometeu o suicídio. Diversos sites agora, como o ‘Aquela Amiga.com’, divulgam o texto que Juliana teria deixado após tirar a vida de um ente de sua família. Ela teria matado Matheus, seu irmão, que era portador de deficiência mental. Na internet, Juliana disse aos pais que Matheus e ela não tinham mais futuro e solicitava que eles não fossem enterrados na cidade de Monlevade, no estado de Minas Gerais.

    Matheus tinha apenas 19 anos e era um menino muito querido pela sua família, que mesmo com as limitações do rapaz não aceitava perdê-lo.

    No mês passado, houve a campanha do ‘Setembro Amarelo’, que visou conscientizar as pessoas sobre esse grande mal. A campanha apareceu em um momento que dados mostram que esse tipo de ação ainda é muito comum. Ao final desse artigo, o leitor pode saber como prevenir a depressão e o suicídio, como acabou sendo o final de Juliana, a menina que se deprimiu ao ver o sofrimento de seu irmão.

    Juliana e Matheus morreram por estrangulamento; pais ficam em pânico

    O pai de Juliana só encontrou o seu corpo às cinco da manhã.

    Previna-se contra o suicídio: conheça o trabalho do CVV

    Uma das instituições mais importantes que visa evitar que o suicídio destrua famílias é o Centro de Valorização da Vida, o CVV. Para entrar em contato, basta fazer um simples telefonema e conversar com pessoas especializadas, que estarão dando total atenção àqueles que precisam de ajuda. O CVV atende de qualquer parte do território brasileiro. Para entrar em contato, basta ligar para o telefone 141.



    Fonte/É Manchete/Blasting News
  • Participe do debate em nosso grupo no Facebook