• Publicado em

    Lissauer Vieira elogia Bolsonaro pela decisão de unir Ministérios da Agricultura e Meio Ambiente

    Apesar da contradição do presidente eleito, a opção foi manter a ideia inicial de fusão das pastas

    O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) voltou atrás, e manteve a decisão de unir os Ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente. A determinação foi divulgada nesta terça-feira (30/10), pelo futuro ministro da Casa Civil, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS). O deputado estadual Lissauer Vieira (PSB), líder da Frente Parlamentar da Agropecuária da Assembleia Legislativa de Goiás viu a decisão como favorável ao desenvolvimento da agricultura e meio ambiente de Goiás e do país.

    “A medida é polêmica no primeiro momento, mas importante. O meio ambiente e agricultura caminham juntos, e a união dos dois é importante para o país, além disso, a medida do presidente da república é inovadora e de muita coragem”, afirmou o parlamentar.

    O deputado destaca, ainda, que “o produtor rural deve saber que é necessário ter responsabilidade ambiental, para aumentar a sua produtividade e preservar o meio ambiente”. A decisão, segundo o deputado, também irá diminuir a máquina administrativa. “Todo gestor público precisa diminuir o tamanho da máquina administrativa, pois o país já não aguenta tantos gastos e despesas, principalmente com ministérios e secretarias”.

    Lissauer também declarou que o tempo irá mostrar para os brasileiros e defensores do meio ambiente, que o produtor rural pode produzir sem prejudicar o meio ambiente. “Goiás tem uma agricultura forte. Nosso desejo e dos produtores rurais, é o de produzir alimentos para o mundo, e fazer com que o desenvolvimento econômico e geração de empregos se desenvolvam cada vez mais no nosso país, com responsabilidade ambiental”, finaliza.

    Fonte/Rhaissa Silva/Jornal Opção