• Publicado em

    Má qualidade no fornecimento de energia elétrica pela ENEL em Jataí é tema de reunião na Prefeitura nesta manhã

    Além de ação civil pública coletiva outras providenciais serão tomadas contra a empresa que vem deixado a desejar na prestação de serviço na nossa região.

    A Prefeitura de Jataí propôs no ano passado uma ação civil pública coletiva contra a Enel Distribuição Goiás (antiga Celg) em razão da má qualidade do serviço público de distribuição de energia elétrica no município de Jataí.

    A prestação do serviço vem deixando descontentes os usuários, em especial pelas constantes quedas do fornecimento de energia e alterações de voltagem na cidade e também na zona Rural.

    Leia também: ENEL se pronúncia sobre as quedas de energia na zona rural de Jataí 

    Na reunião realizada  na sede da Prefeitura de Jataí com a participação das entidades de classes, do legislativo municipal e também do Procon, foi discutidas outras formas de tentar coibir a má prática do serviço prestado pela empresa.

    A intenção é que a ENEL  tome providenciais em caráter de urgência, realizado  todas as intervenções técnicas necessárias para evitar as constantes oscilações, interrupções ou quedas no fornecimento de energia elétrica.

    Como se não bastasse os problemas já mencionados, um outro grande problema enfrentado pela cidade, que foi exposto na reunião, é a falta de energia elétrica disponível pela empresa  para os novos empreendimentos que querem se instalar em Jataí.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.