• Publicado em

    Mulher é encontrada morta e tem parte do corpo comido por lagarto

    Habitantes locais estranharam o comportamento de um lagarto que ia e voltava da floresta com pedaços de carne
    COMPARTILHE

    Uma mulher foi encontrada morta com metade do corpo comido por lagartos na ilha de Ko Tao, Tailândia. Elise Dallemange, 30 anos, natural da Bélgica, estava fazendo um mochilão pelo local quando desapareceu. Segundo a polícia local, ela foi localizada em uma área onde outras sete pessoas morreram nos último três anos. Ainda de acordo com as autoridades, a jovem teria se enforcado.

    Segundo as investigações, Elise teria se hospedado primeiramente em uma cidade próxima a Ko Tao. No entanto, um incêndio consumiu o bangalô do hotel e ela teve que se mudar. Por isso, foi até a ilha e ficou em um resort. Oito dias depois, habitantes locais estranharam o comportamento de um lagarto que ia e voltava da floresta com pedaços de carne.

    Ao seguirem o animal, viram que ele se alimentava dos restos mortais de Elise, que estava entre rochas logo atrás do resort que ela se hospedou. A polícia foi acionada e conseguiu identificar a mulher após conseguirem registros dentários e raios-X. Depois de concluir as investigações, a polícia disse que ela havia se matado.

    No entanto, a mãe de Elise contesta a conclusão policial. Para ela, as autoridades tentam esconder uma série de assassinatos de turistas para que o comércio local não seja prejudicado. “Não acredito no que eles disseram. Acreditamos que alguém mais está envolvido no caso”, contou Michele Dallemange ao jornal Daily Mail.

    A mãe aguarda o resultado de um autópsia para ver quais atitudes vai tomar. “Estou devastada. Ela estava normal na nossa última conversa e não tinha sinais de depressão. Não aceito que minha filha tenha se matado”, contou.




    Via Metrópoles
  • Participe do debate em nosso grupo no Facebook