• Publicado em

    Mulher morta e enterrada pela família volta para casa dias depois com amante

    Segundo informações, a mulher estava morando com outro homem em outra cidade

    Em um incidente Bizarro, uma mulher que teria sido morta e cremada voltou para casa na última quarta-feira (2). E foi identificada como Neetu Saxena, 25 anos. Segundo informações, a mulher teria desaparecido no mês de abril e seus pais haviam dito para as autoridades que o marido identificado como Ram Lakhan poderia ter assassinado a mulher. Diante dos fatos, a polícia começou a investigar o caso.

    Porém, a polícia recebeu informações, que um corpo de uma mulher sido encontrado em uma estrada dentro de um carbonizado. O incidente foi registrado na cidade de Noida, na Índia. Segundo informações, a polícia chamou os pais de Neetu para identificação do corpo.

    A família então disse que o corpo era realmente de sua filha. “As pernas e as mãos do corpo eram muito parecidas com as de nossa filha. A textura e o comprimento dos cabelos também eram semelhantes. O rosto estava queimado e o corpo estava muito decomposto, então pensamos que era Neetu”, disse os pais da jovem para o site indiano Hindustan Times.

    Os pais de Neetu tiveram dificuldades em lidar com o desaparecimento da filha e a polícia fez tudo para encontrar a mulher. Depois que a família alegou que seu marido poderia ter matado a esposa, deteve o pai do marido da suposta vítima Ram Kishan, para prestar depoimento. O ex-marido também foi convocado para prestar depoimento, porém, ficou comprovado que o homem não estava envolvido no desaparecimento da mulher. A polícia pediu para que os pais da jovem citassem algumas pessoas que pararam de frequentar sua mercearia depois do desaparecimento da mulher.

    “Quando o pegamos, Neetu já havia partido para Bhangel, de onde a trouxemos de volta. Ela nos disse que tinha uma discussão acalorada com seus pais em 5 de abril após o qual ela decidiu sair de casa. Ela conhecia Pooran como ele era um cliente regular na loja e foi morar com ele por escolha”, disse Satendra Kumar Rai, chefe da delegacia. Depois de tudo, acontece que Neetu está vivo e bem. A polícia começou agora uma outra investigação para estabelecer a identidade da mulher, que antes havia sido cremada.

    FONTE/