• Publicado em

    PM mata vizinho após discussão no WhatsApp por suposto cuspe na janela

    Suspeito de assassinato, José Arimatéia atirou na vítima e fugiu do local. Caso ocorreu em Samambaia
    COMPARTILHE

    Uma briga entre vizinhos em Samambaia no Distrito federal  acabou em morte no início da noite desta quinta-feira (7/9). O crime ocorreu na QI 416, após uma discussão entre os dois moradores por WhatsApp. O desentendimento teria começado depois de o autor acusar a vítima de cuspir em sua varanda. O suspeito de assassinato é o policial militar da reserva José Arimatéia Costa, 58 anos.

    De acordo com informações preliminares, depois do início da briga em um grupo de moradores no aplicativo, o PM procurou o vizinho em seu apartamento e, ao se encontrarem, efetuou os disparos. Após a ação, ele fugiu do local.

    Mancha que teria irritado o policial militar.

    A vítima foi identificada como Adilson Santana, 36 anos, analista financeiro.

    Ele era casado e deixa uma filha.

    Em uma das conversas, Adilson garante que não tem o hábito de cuspir na varanda após escovar os dentes, como acusou o PM.

    “Cheira essa desgraça e veja se é pasta de dente. Sobe aqui para a gente conversar”, disse Adilson irritado.

    Confira parte da conversa entre os envolvidos:



    Via Metrópoles