• Publicado em

    Polícia Civil prende suposto autor de estupro em Rio Verde

    COMPARTILHE

    De acordo informações da ASSESSORIA DE IMPRENSA 8ª DRP, a DEAM de Rio Verde cumpriu, na sexta-feira (18/08), mandado de prisão em desfavor de JANILDO SILVA MAGALHÃES, pela suposta prática do crime de estupro ocorrido em junho deste ano, no bairro Liberdade.

    No dia 17/06, por volta de 4 horas da madrugada, num ponto de ônibus localizado na av. Beija-Flor enquanto aguardava para ir ao trabalho, a vítima fora abordada. Janildo teria ,inicialmente e utilizando-se de uma faca, exigido o celular; após descobrir que a vítima não portava o referido aparelho, tapou sua boca, a arrastou até um terreno baldio próximo e a estuprou.

    A descrição da vítima apontava um sujeito moreno, de grande porte, utilizando camiseta regata do clube Flamengo, possuindo tatuagem no braço direito e com sinais de que utilizava entorpecentes.

    Com apoio de outras delegacias, agentes da DEAM iniciaram diligências para executar o mandado de prisão em seu desfavor. Inicialmente as diligências tomaram o sentido do bairro onde Janildo possui endereço  (Dom Miguel), mas não foi encontrado.

    Conhecido usuário de drogas na região dos bairros Dom Miguel e Liberdade (local dos fatos), surgiram diversas informações que possibilitaram a continuidade das diligências

    JANILDO SILVA MAGALHÃES

    Após 4 horas de buscas, por volta de 19 horas, Janildo foi localizado em uma propriedade rural, próximo a uma mata, a 17 quilômetros de Rio Verde, enquanto pescava.

    Após ser abordado, tentou ainda utilizar outro nome, mas devido as suas características (grande porte, moreno, tatuagem e informações fidedignas de sua localização exata) logo desistiu do intento e confirmou sua verdadeira identidade aos agentes.

    Registra-se que, ao chegar na delegacia, e indagado se torcia para o Corinthians, Janildo negou de forma veemente, afirmando ser torcedor do Flamengo, o que corrobora com a descrição da vítima de que o autor utilizava uma camiseta de tal clube, bem como possuía tatuagem, porte físico avantajado, cor morena e poderia ser usuário.

    Por fim, válido ainda mencionar que Janildo possui passagens por tráfico, receptação, já fora condenado por roubo e respondeu, no ano de 2015, por estupro de vulnerável.

    A equipe da Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher continuará desempenhando suas atribuições, na busca da verdade e justiça.



  • Participe do debate em nosso grupo do Facebook