• Publicado em

    Prepare seu estoque. A maior Black Friday da história vem aí.

    Já é hora de anunciar e o local certo é o Plantão JTI.
    A Black Friday vem se consolidando como um importante momento de vendas para os varejistas brasileiros e este ano não será diferente. Como nas últimas edições, os números apontam um crescimento na intenção de compra dos consumidores e a Black Friday se firma como a segunda mais importante data comercial do ano, ficando atrás apenas do Natal.

    O que é a Black Friday?
    A teoria mais conhecida é a que diz que o termo foi criado por alguns policiais da Filadélfia, nos Estados Unidos, que se referiam à sexta-feira após o feriado de Ação de Graças, quando o trânsito geralmente é um caos e os comerciantes aproveitavam a oportunidade para fazer promoções com o objetivo de atrair os passantes. Com muita gente falando sobre e aproveitando as promoções, a expressão se tornou uma referência local e se transformou em uma grande tradição de vendas.

    Aqui no Brasil, a Black Friday começou em 2011 e cresce cada vez mais, batendo recordes ao longo dos anos. Para se ter uma ideia, em 2017 a data atingiu R$2,1 bilhões em vendas. E a perspectiva para a Black Friday 2018 é de que esse número seja ainda maior.

    O lojista ligado já colocou a Black Friday no planejamento das datas de 2018. E pra facilitar mais ainda, o Fujioka Distribuidor preparou este artigo com alguns insights importantes. Continue lendo.

    A Black Friday 2017

    De acordo com a E-Bit, a Black Friday movimentou R$2.1 bilhões no e-commerce em 2017 – uma alta de 10,3% nas vendas digitais. O que deve ser considerado é que mesmo o ano não sendo positivo para a economia, as vendas na Black Friday foram extremamente positivas para o comércio.

    As lições de 2017 e o que não fazer na Black Friday 2018

    No ano passado muita coisa deu certo, mas muita coisa também deu errado. Seguem algumas situações que aconteceram em 2017 e que devem ser evitadas para garantir o sucesso da sua Black Friday 2018:

    ●Os estoques acabaram muito cedo em grande parte das lojas, então fique de olho no seu estoque;
    ● No caso das lojas on-line, o valor do frete estava muito alto, sendo um fator desmotivador da compra;
    ● Muitos lojistas ainda insistem na prática da Black Fraude, aumentando os valores dos produtos um pouco antes da data e aplicando um desconto “falso”, o que consequentemente gera muitas reclamações e descrédito dos clientes;

    Mais importante ainda é ter em mente que os consumidores estão, cada vez, mais exigentes e antenados na forma como as empresas lidam com a Black Friday. Não é hora de vacilar!

    O que podemos esperar da Black Friday 2018?

    De acordo com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, o número de lojas participantes deve aumentar este ano. A organização estima que pelo menos 2 mil novos lojistas devem lançar ofertas na promoção.

    Apesar das incertezas econômicas, os empresários do varejo devem ver na Black Friday uma oportunidade de alavancar as vendas. Isso porque o consumidor sempre busca ofertas de verdade quando decide aproveitar a data.

    Aposte na data, agora não é hora de ter medo

    A Black Friday é o momento perfeito para retomar o crescimento da sua empresa e vender muito, batendo metas e aumentando seus índices de lucratividade. Apesar de muitos varejistas terem medo da data, normalmente pela proximidade com o Natal, o foco de compra é diferente e o empresário que se programa consegue vender bem nas duas datas.

    É sabido que nas compras de Black Friday o consumidor normalmente resolve investir em si, aproveitando a queda nos preços para trocar de celular, dar um upgrade no computador ou comprar aquele tablet que sempre quis. Como os descontos e as condições de pagamento são significativas, o ticket médio de compras na Black Friday é mais alto do que nas outras promoções do ano, incluindo o Natal, onde o consumidor costuma fazer compras para presentear e não investe tanto no valor do presente.

    Como você pode se preparar?

    Para potencializar as suas vendas e os seus lucros, é preciso considerar alguns pontos, que vão desde as negociações com os seus fornecedores até a disponibilização de novas tecnologias no seu negócio, passando por atualizações logísticas e estratégias de atendimento.

    Pense – e aja – de forma estratégica

    A Black Friday não é só uma promoção, é a movimentação completa do varejo físico e virtual. Ou seja, você vai ter concorrência. Pense em estratégias de marketing, divulgue sua loja e suas ofertas e, principalmente, nunca tente passar o cliente pra trás com falsos descontos ou benefícios.

    Banner no Plantão JTI com Links Patrocinados
    A melhor forma de encontrar o enorme volume de vendas que você tanto procura é investindo pesado em links patrocinados no período da Black Friday.

    Se você já tem uma verba disponível e pensa em anunciar nesse período, faça o seu melhor. Encontre o público alvo que já tem interesse em sua marca, selecione os melhores produtos, crie um anúncio de interesse e prepare-se para ver suas vendas só aumentando. Há um detalhe bastante importante e que não deve ser desprezado: a Black Friday é uma data sazonal curta, não há tempo para testes ou erros. Tudo tem que entrar funcionando perfeitamente e para que isso ocorra, planejamento com total antecedência é fundamental, e o site Plantão JTI é a melhor opção e a mais barata em nossa região entre em contato agora pelo numero 064 9 9982-9069 (Whatsapp) e reserve o seu espaço e seja visto 24 horas por dia no site mais acessado do interior goiano.

     

    Via/Fujioka/Com adaptações