• Publicado em

    PTB deve reabrir conversação com Daniel Vilela e pode ocupar 2 vagas na chapa majoritária

    O MDB tem duas vagas reservadas para alianças políticas: a de vice-governador e uma de senador

    De acordo matéria do Jornal Opção, o PTB está em pé de guerra com aliança PSDB-PSB. O partido apresentou um pré-candidato a senador, Demóstenes Torres, mas a base governista preferiu bancar a senadora Lúcia Vânia, do PSB. Os petebistas sustentam que os critérios apresentados por seus líderes — como capacidade de arregimentação de aliados — não foram aceitos.

    Márcio Cândido, vice-prefeito de Anápolis, é cotado para ser vice de Daniel Vilela | Reprodução

    Como o MDB do pré-candidato a governador Daniel Vilela “informa” que duas vagas estão sobrando na sua chapa majoritária — para vice e para senador (uma vaga é do deputado federal Pedro Chaves; a segunda vaga por enquanto é de Agenor Mariano, mas ele abrirá mão de postular se for para fortalecer a chapa —, a possibilidade de composição com o PTB não é remota. “Até sexta-feira, 13, o PTB pode tomar outro caminho político”, sugere, de maneira enigmática, um de seus líderes.
    Líderes do MDB nada disseram oficialmente, mas estariam sugerindo que abrem duas vagas para o PTB na chapa majoritária. Elas seriam  ocupadas por Demóstenes Torres e pelo vice-prefeito de Anápolis.

    pré-candidato a senador, Demóstenes Torres