• Publicado em

    Solidariedade / Coaching: Mais do que uma profissão, um estilo de vida que tem ajudado pessoas a ampliarem suas realizações pessoais e profissionais

    Rogério Prada, Coaching e Sacerdote é um dos grandes nomes da área; A cada 40 a 60 dias ele realiza o ‘Ressignificar’, evento de Coaching que tem ajudado muitas pessoas

    Ajudar as pessoas a se realizarem e também a acharem um caminho mais sereno e acima de tudo de luz. Esse tem sido um dos trabalhos proporcionados pelo Coaching, uma das áreas que mais cresce no Brasil. Prova disso, é que de acordo com pesquisa da ‘International Coach Federation (ICF)’, de 2012 para cá, o número de pessoas certificadas nesse segmento (que trabalha com administração, gestão de pessoas, psicologia, neurociência, linguagem ericksoniana e etc), cresceu mais de 300%.

    Rogério Prada, Sacerdote pela FUGABC, e Life Coaching – Coaching de Vida pelo IBC.

    Conforme a mesma instituição, o número de Coaches brasileiros saltou de 7.000 em 2012 para mais de 25 mil em 2018. No Brasil, alguns nomes da área vêm ganhando destaque, como Rogério Prada, Sacerdote pela FUGABC, e Life Coaching – Coaching de Vida pelo IBC. O seu trabalho vem sendo diferencial, principalmente pelo ‘Ressignificar’, evento realizado na Zona Norte de São Paulo, na Vila Maria que reúne a cada 40 dias, pessoas para falarem sobre suas vidas.

    Em entrevista, Rogério Prada fala sobre sua entrada no segmento de Coaching e lembra que para ser profissional da área, é preciso estudar e se dedicar. “A experiência do Coaching começou aproximadamente há um ano. Muitas pessoas acham que é simples, mas a formação de Coaching exige uma entrega muito grande. Cada um dos módulos que constituem a formação do Coaching demandam uma entrega de documentos e de sessões que são comprovadas por atendimentos realizados e também por uma Conclusão de Curso”, diz.

    Segundo Rogério Prada, sua formação em Coaching foi concluida recentemente. . “Eu fiz a formação em Coaching no terceiro mês de 2018, mas sei que terei um longo caminho pela frente, pois têm mais alguns módulos que podem ser agregados e quanto mais você faz, maior é o publico que você conseguirá atingir. Os módulos do Coaching potencializam cada uma das outras áreas. Tem o Business Coaching (para atendimento de empresa) e a Hipnose Ericksoniana, (para trabalhar o processo de hipnose no Coaching e Psicologia Positiva), ou seja, ainda tenho um longo caminho a trilhar”, comenta.

    Perguntado sobre o porquê de se trabalhar como Coaching, Rogério Prada diz  que o trabalho na área se deu pela busca de ferramentas para ajudar as pessoas que precisavam de um apoio. “Esse trabalho como Coaching veio porque eu busquei ferramentas diferenciadas, que fossem objetivas e diretas para transformação das vidas das pessoas. Como eu já faço um trabalho de lidar com a vida das pessoas, como, Sacerdote, fui buscar no Coaching algo que agregue uma ideia de Sacerdote, para ser um diferencial na vida delas. Quando faço o atendimento de Sacerdote, a pessoa recebe um ‘Sacerdote que é Coaching’ e quando faço o atendimento de Coaching, a pessoa recebe um ‘Coaching que é Sacerdote’”, explica.

    ‘Ressignificar’

    A cada 40 á 60 dias é realizado na Zona Norte de São Paulo, Vila Maria, por Rogério Prada e demais apoiadores, o Evento ‘Ressignificar’. De acordo com ele, o evento é aberto a todo tipo de público. “Evento realizado a cada 40 dias na Zona Norte de São Paulo, na Vila Maria. Um evento de Coaching onde aplicamos o Coaching com Fé. O reessignificar porque a gente trabalha como ferramentas de Coaching como a auto-feedback onde fazemos uma imersão com todo público de 100 a 200 pessoas. Elas são convidadas a passar um dia inteiro conosco, no domingo, começando de 9h até ás 19h”, comenta.

    Ainda de acordo com Rogério Prada, eles passam o dia todo no evento. “Passamos o dia todo falando do Coaching, falo da minha vida e como eu ressignifiquei a historia dela. Falamos também sobre como honrar a história do pai e da família da pessoa. Através de perguntas levamos a pessoa a contar a história da sua vida de uma forma diferente, ou seja, ressiginificando. O evento é aberto a todo tipo de público, sem limite de idade e as inscrições são feitas através de um portal. Lembrando que o curso tem três módulos: O primeiro é a ‘Imersão de Base e Auto Conhecimento’, o segundo, ‘Imersão Emocional’ e o terceiro é a ‘Imersão’, onde trabalhamos com emoção e razão que chamamos de ‘Selfie 1 e 2’”, conclui.

    Matéria:
    Jornalista
    Felipe de Jesus
    FENAJ: 15.263-MG
    AIN:00.200-MG