• Publicado em

    Termina hoje (14) o prazo de comprovação de informações do Prouni

    Pré-selecionados devem comparecer às instituições de ensino para entregar documentos

     

    Termina hoje (14), o prazo de entrega dos documentos que comprovam as informações fornecidas no ato de inscrição do Programa Universidade para Todos (Prouni). A etapa é presencial e deve ser feita diretamente na instituição de ensino pelos estudantes pré-selecionados na primeira chamada, disponibilizada em 06 de fevereiro. Caso não compareça dentro do período determinado, o estudante corre risco de ser desclassificado da edição.

    O Prouni 2019.1 ofertou 243 mil bolsas de estudo para o ensino superior, com ingresso no primeiro semestre. Foram 116.813 bolsas integrais e 127.075 parciais em 1.239 Instituições de Educação Superior (IES) do país. Somente puderam se inscrever participantes do Exame Nacional do Ensino Médio 2018 com renda per capita familiar máxima de três salários mínimos.

    Documentos exigidos para comprovação de informações:

    É importante conferir os tipos de documentos exigidos: identificação do candidato, comprovação de renda e domicílio, e informações complementares. A página do Prouni destaca ainda que “esse procedimento não afasta eventual exigência de entrega de documentos adicionais, caso seja julgada necessária pelo coordenador do Prouni na instituição”.

    1. Documentos de identificação do candidato e dos membros do grupo familiar
    2. Comprovantes de residência
    3. Comprovantes de rendimentos
    4. Comprovante de separação, divórcio ou óbito dos pais
    5. Comprovante de pagamento de pensão alimentícia
    6. Comprovantes de ensino médio
    7. Comprovante de professor da educação básica, quando for o caso
    8. Comprovante de deficiência, quando for o caso

    Em 20 de fevereiro, está prevista a divulgação da lista de pré-selecionados na 2ª chamada do Prouni 2019, que terão de 20 a 27 de fevereiro de 2019 para comprovar as informações. O não cumprimento também é passível de desclassificação.

    Bolsa de estudo

    Além do programa do Governo Federal, o programa Educa Mais Brasil também oferece bolsas de estudo em faculdades e diversas instituições de ensino privadas que atuam no território nacional. Para o primeiro semestre do ano, são disponibilizadas mais de 400 mil bolsas para o ensino superior em parceria com o Plantão JTI .

    Agência Educa Mais Brasil

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.