• Publicado em

    Tragédia em Linhares-ES: Pastor é preso pela morte dos filhos em incêndio

    Ele foi novamente ouvido na delegacia da cidade e será encaminhado para a Penitenciária Regional de Linhares

    De acordo o portal de Noticias Tribuna Oline, uma semana após o incêndio que matou os irmãos Kauan e Joaquim, de 6 e 3 anos, no Centro de Linhares, o pastor George Alves foi preso, por volta das 6 da manhã deste sábado (28). O pastor, padrasto de Kauan e pai de Joaquim, era o único adulto que estava na casa na hora do incêndio.

    A prisão do pastor aconteceu por volta das 6 da manhã deste sábado, em Linhares no Espírito Santo. Ele foi levado à 16ª Delegacia de Polícia Civil em Linhares, em uma viatura descaracterizada, que adentrou ao pátio da delegacia. Ninguém falou com a imprensa.

    Desde o dia do incêndio, George Alves contou que acordou, por volta das 3 da manhã do último dia 21, com os gritos de socorro dos filhos, ouvidos pela babá eletrônica. George teria então tentado entrar no quarto, onde estavam as crianças, mas, ao entrar na porta, se deparou com as chamas consumindo o local.

    Os irmãos morreram queimados e os corpos foram encontrados abraçados pela equipe da polícia.

    Um dia após a morte das crianças, o pastor e sua esposa chegaram a participar de um culto na igreja evangélica que eles fazem parte da liderança. Nesta semana, no entanto, eles anunciaram o afastamento da igreja.

    A prisão

    Uma nova perícia foi realizada na casa onde aconteceu o incêndio na tarde desta sexta-feira (27). As informações, no entanto, não foram divulgadas.

    Há a expectativa de que uma coletiva de imprensa seja concedida neste sábado (28), onde novos fatos poderão ser apresentados. Esta coletiva, no entanto, ainda não está confirmada.

    George Alves está na Delegacia Regional de Linhares e deve ser encaminhado ainda pela manhã para o Serviço Médico Legal, onde passará por exames de corpo de delito. De lá ele deve ser levado para a Penitenciária Regional de Linhares (PRL) onde permanecerá a disposição da Justiça.

    Pastor chegou a pregar na igreja, um dia após a morte dos filhos. Foto: Wilton Júnior/AT

    Pastor chegou a pregar na igreja, um dia após a morte dos filhos. Foto: Wilton Júnior/AT
    Prisão do Pastor George Silva. Foto: Wilton Júnior/AT

    Prisão do Pastor George Silva. Foto: Wilton Júnior/AT