• Publicado em

    Travesti é cruelmente assassinado no Setor Pauzanes, em Rio Verde – GO

    Bruna foi atacada por um grupo de pessoas, levada a um local escuro e agredida com golpes de faca.
    COMPARTILHE

    Um travesti que se prostituía na Avenida Pauzanes de Carvalho, em Rio Verde, no Sudoeste Goiano, foi vítima de homicídio praticado por vários indivíduos não identificados. O crime ocorreu no final da noite deste Sábado, 23, próximo a um Motel no Setor Pauzanes.

    Segundo o que foi relatado na ocorrência policial, Adenilson Cardoso de Menezes, conhecido como Bruna Souza, 23 anos, estava se prostituindo momento em que foi abordado por vários indivíduos que o levaram para um local escuro e ali desferiram vários golpes de faca contra o mesmo. Após o crime, os autores fugiram sem ser identificados.

    Bruna ficou caída e foi encontrada por outros travestis que também se prostituíam na região. O Corpo de Bombeiros foi acionado e prestou socorro à vítima, a qual foi socorrida e encaminhada à UPA – Unidade de Pronto Atendimento -, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

    O corpo de Bruna Souza foi encaminhado ao IML local para a realização dos Exames Cadavéricos.

    A Equipe de reportagem do Plantão JTI esteve na UPA onde conversou com vários amigos da vítima. No local, apenas comoção, tristeza e pedidos de Justiça. Outro Travesti, conhecido como Isadora, falou com nossa Reportagem e ressaltou que Bruna não tinha inimigos e, que também não estaria envolvida em algum tipo de problema.

    Indagada, Isadora diz que o crime é uma retaliação aos Travestis que ali se prostituem, pois dias atrás dois adolescentes foram agredidos por pelo menos cinco Homossexuais dentro do banheiro de um Posto de Combustível. O vídeo da agressão já circula pelas Redes Sociais.

    Travestis dizem que constantemente estão sendo ameaçados de morte, além de serem vítimas de roubos quase que diariamente e pedem providências à Polícia Militar. Aspirante Danilo disse ao “Resenha Policial”, que Viaturas intensificarão o patrulhamento na região, com o intuito de diminuir os casos de agressões e, até mesmo, coibir outros crimes de Homicídios.

    O caso será investigado pelo GIH – Grupo de Investigação de Homicídios – da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil.

    Assista a matéria:

    OUTROS CASOS DE AGRESSÕES E MORTES

    Outros casos de agressões e, até mesmo mortes, foram registrados pela Polícia em Rio Verde, nos últimos meses. Um travesti conhecido como “Débora” foi atingida por dois tiros ao se desentender com um cliente na porta de um motel localizado na região Sul da Cidade. Um dos tiros ficou alojado e a vítima teve que passar por intervenção cirúrgica.

    Estrela”, travesti conhecido em Rio Verde, por várias vezes foi agredida por clientes. De tanto se envolver em agressões, preferiu sair da cidade.

    O corpo de Mel foi encontrado em estado de decomposição.

    O corpo de Mel foi encontrado em estado de decomposição.

    Um crime bárbaro contra um travesti foi registrado no início de 2016. O corpo de Denilton Pereira de Almeida, conhecido como “Mel”, foi encontrado já em avançado estado de decomposição dentro de uma vala às margens da BR-060, Perímetro Urbano de Rio Verde. A Perícia constatou um corte em sua garganta. Os familiares, moradores em Palmas, Tocantins, reconheceram o corpo. Na época, a vítima trajava saia e blusa de “oncinha”, vestimentas que ajudaram em sua identificação.

    Recentemente, um pensionato onde moram aproximadamente 13 travestis foi invadido por um grupo de assaltantes, que após agredirem as vítimas, tentaram roubar vários objetos, dentro eles, um TV. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu frustrar o roubo. Um dos assaltantes foi preso. Segundo os moradores do local, os criminosos tinham informações privilegiadas.

    Em 2015, um travesti danificou um carro e agrediu fisicamente um homem, o qual foi acusado de não pagar por um Programa Sexual. Toda a discussão e agressões foram filmadas por pessoas que testemunharam a briga que ocorria nas dependências de um Posto de Combustível, localizado no Setor Pauzanes. O vídeo foi amplamente divulgado pelas Redes Sociais.

    No último dia 18, um grupo de travestis agrediu violentamente um casal de adolescentes. Os garotos de programas alegaram que constantemente são vítimas de roubo no local, fato este que teria ocorrido outra vez. Insatisfeitos, os mesmos teriam reagido e agredido os adolescentes. Mais uma vez o fato foi registrado pelas Câmeras e disseminado por um Aplicativo de Celular.