• Publicado em

    Três pessoas foram presas em flagrante por armazenarem imagens de pornografia infanto-juvenil em Jataí

    Policiais Civis de Jataí participam da Operação "Meu Zeloso Guardador". O nome dos detidos não foram divulgados para não atrapalhar as investigações.

    De acordo informações divulgadas pelo Delegado Regional Marcos Guerine, na manhã de hoje (09/10/2018), a Polícia Civil do Estado de Goiás, sob a coordenação da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos, deflagrou a “Operação Meu Zeloso Guardador”, que tem por objetivo o cumprimento de 51 (cinquenta e um) mandados de busca e apreensão, visando a prisão em flagrante de investigados que compartilham imagens pornográficas infantis pela internet.

    A execução da Operação Meu Zeloso Guardador contou com o empenho de 280 Policiais Civis, oriundos de 16(dezesseis) cidades do Estado de Goiás, sendo elas: Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Bela Vista, Senador Canedo, Trindade, Inhumas, Pirenópolis, Caturaí, Itumbiara, Planaltina de Goiás, Rio Verde, Jataí, Cidade de Goiás, Mozarlândia e Aruanã.

    Em Jataí foram realizadas buscas domiciliares em quatro endereços, que resultaram na apreensão de computadores, pen drives, HD, dentre outros equipamentos de armazenamento de imagens e vídeos. Três pessoas foram presas em flagrante por armazenarem imagens de pornografia infanto-juvenil.

    A investigação da Policial Civil durou 04 (quatro) meses, nos quais foram analisados mais de 100 mil arquivos.

    Esta data foi escolhida por marcar a semana de comemoração ao Dia das Crianças, na qual a Polícia Civil ressalta a necessidade de proteção daqueles que são explorados sexualmente, sendo que os usuários da internet que compartilham material pornográfico infantil são verdadeiros incentivadores dos abusos sexuais que sofrem essas pequenas e indefesas vítimas.