• Publicado em

    Vídeo: Polícia investiga dois assassinatos ocorridos nesta segunda-feira (4) em Jataí, assita

    Em entrevista a imprensa o Delegado falou sobre os dois casos que chocaram Jataí na manhã desta segunda-feira (4).

    A Polícia Civil investiga dois homicídios registrados na manhã desta segunda-feira (4), em Jataí, no Sudoeste Goiano. Um dos casos ocorreu no Bairro Bela Vista, onde o trabalhador André Luís Flaminio, de 40 anos, foi assassinado quando estava a caminho do seu serviço. Testemunhas relataram que ouviram o barulho de uma moto em fuga após o barulho dos tiros.

    O segundo homicídio aconteceu pouco tempo depois do primeiro registro, desta vez a vítima foi identificada como  Orley José Fontes, 50 anos, ele foi morto enquanto trafegava em sua motocicleta pela Rua Lauro Taveira, no Setor Dom Abel. Segundo a Polícia Civil a vítima foi atingida por cerca de nove disparos de arma calibre 22.

    Vítima: André Luís Flaminio, de 40 anos

    No final da tarde desta segunda-feira o Delegado Aguinaldo Coelho responsável pela investigação dos dois casos concedeu uma entrevista a imprensa jataiense, onde relatou como anda a investigação dos dois homicídios. A Polícia não acredita que existe ligação nos dois casos.

    O Delegado disse que um  suspeito de ter envolvimento na morte de André Luís Flaminio, chegou a ser detido pela Polícia Militar, esta pessoa teria tido uma desavença com a vítima  na empresa que ambos trabalhava. Mas o delegado fez questão de ressaltar que ele ainda é só suspeito, e que a polícia investiga com cautela o seu envolvimento no crime.

    Vítima: Orlei José Fontes, 50 anos

    Segundo o Delegado o motivo da prisão deste suspeito foi o seu envolvimento com o tráfico de drogas, que durante as investigações do homicídio o crime de trafico foi constatado pela PM.

    Já sobre o homicídio de Orley José Fontes, 50 anos, o Delegado disse que a policia já tem informações consistentes do carro que foi usado na pratica do assassinato, mas que ele não poderia dar mais detalhes para não atrapalhar as investigações.

    Repórter Mari JTI/Texto Plantão JTI

    Assista abaixo a entrevista completa do Delegado Aguinaldo Coelho;