• Publicado em

    Violência: em quatro dias quatro pessoas foram assassinadas em Rio Verde

    Nestes últimos dias violentos em Rio Verde teve até irmão matando irmão, veja todos os casos abaixo.
    COMPARTILHE

    1º CASO

    Os dia turbulentos em Rio verde começaram na quinta-feira (03) na Rua Jk no Bairro Nova Vila Maria, Antonio José dos Santos Neto de 23 anos foi morto com quatro tiros.

    Segundo a Polícia Militar testemunhas relataram que ouviram os disparos e viram um homem em uma bicicleta atirando na vitima a queima roupa.

    2 CASO

    Na sexta-feira (04) em uma casa no Bairro Dom Miguel, Osvaldo Cardoso Oliveira foi atingido na cabeça por um golpe de barra de ferro durante um desentendimento entre ele e um irmão, identificado pelos moradores do bairro pelo apelido de “Garapeiro”.

    Após ter sido socorrido e levado a um hospital Osvaldo veio a óbito devido ao traumatismo craniano.

    Vizinhos disseram que o autor do crime faz uso constante de bebidas alcoólicas e ultimamente tem demonstrado algum tipo de problema mental.

    Outra informação relatada por moradores do bairro é que o autor tem caminhado pelas ruas a procura do irmão, demonstrando não saber que ele veio a óbito.

    Garapeiro teria dito que atingiu o irmão para se defender.

    3º CASO

    Na madrugada de sábado (05) Bruno Souza Gomes de 16 anos foi morto a tiros quando caminhava pela Rua Osório da Silveira Leão no Bairro Gameleira.

    Uma testemunha disse aos policiais militares que ouviu os disparos e ao olhar pela janela da sua casa viu um homem deixando a rua com uma arma na mão.

    No domingo (07), no Bairro Santo Agostinho, uma briga motivada por discussão envolvendo jogo de baralho terminou com a morte de Alfredo Rodrigues Lima Neto, 43 anos, natural de Rosário, Maranhão.

    O autor do crime, Marcelo Dos Santos Silva, 19 anos, natural de Coelho Neto, também do Maranhão, está foragido.

    4º CASO

    Era por volta das 20h20min quando a Polícia Militar esteve na Rua Tapajós, onde testemunhas relataram que durante uma confraternização, onde algumas pessoas jogavam, houve uma confusão e alguns dos envolvidos foram embora.

    Porém; Marcelo saiu, foi até a casa da irmã, retornou com uma faca, e ficou em frente à casa de Alfredo esperando por ele.

    Durante esse período ele teria dito a algumas pessoas que ia se vingar, pois a vitima a teria dado um tapa em seu rosto.

    Assim que Alfredo se aproximou teve uma nova discussão e Marcelo desferiu vários golpes no abdome dele.

    Testemunhas relataram ainda que tentaram salvar a vida da vitima, mas o autor do crime o tempo todo dizia que se alguém entrasse na briga também morreria.

    Após os golpes com a faca, Marcelo novamente atingiu a vitima, desta vez com golpes de facão em várias partes do corpo, inclusive na cabeça.

    Todos os crimes estão sendo investigados pelo Grupo de Homicídios da Polícia Civil e na maioria deles, os autores já foram identificados e deverão ser a qualquer momento.

    Por: Ely Nogueira.

    Veja o resumo policial deste final de semana trágico em nossa região, assista;




  • Participe do debate em nosso grupo do Facebook