• Publicado em

    BR-364 será interditada para, em Jataí (GO), para novas detonações, nesta semana

    De acordo com a concessionária Ecovias do Cerrado, serviços serão realizados entre terça (14) e sexta (17), às 12 horas.

    A rodovia BR-364 será interditada nesta semana para continuidade das obras de melhorias na via, que incluem três detonações de rochas no km 186, em Jataí (GO), de acordo com a concessionária Ecovias do Cerrado.

    Ainda segundo a empresa, as operações estão previstas para esta terça (14), quarta (15) e sexta-feira (17), sempre às 12h. O bloqueio total da pista será feito 10 minutos antes das detonações.

    De acordo com a concessionária, a liberação deve ocorrer duas horas após o início dos trabalhos, em sistema de Pare-e-Siga, até a completa retirada dos detritos. Em caso de condições meteorológicas adversas, pode ocorrer o cancelamento das operações.

    Segundo a Ecovias do Cerrado, todo o entorno da obra estará sinalizado com reforços de placas de advertência, dispositivos de sinalização, homens-bandeiras e equipes treinadas para orientar os usuários.

    Mais informações no Twitter @EcoviasCerrado, pelo site da concessionária ou ainda pelo telefone 0800 0364 365.

    Cronograma

    De acordo com a empresa, as detonações são necessárias para o prosseguimento das obras de implantação de acostamentos e faixa adicional na rodovia. Esse será o quinto procedimento do tipo já realizado no local desde o começo deste mês.

    Ainda de acordo com a concessionária, a fim de cumprir o cronograma estipulado, a concessionária programou duas detonações adicionais. Dessa forma, as operações devem ocorrer nos dias 20, 22, 24 e 27, entre os km 186 e 187.

    Até janeiro de 2022, em Jataí, a concessionária irá entregar 42 quilômetros de acostamentos e dois quilômetros de terceiras faixas, o que melhora as condições de segurança e trafegabilidade ao usuário.

    Repórter Mari JTI

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.