• Publicado em

    Diretoria da Saneago reúne-se com vereadores e representantes do executivo em Jataí

    GCM prende mulher por injúria racial contra funcionária pública em unidade de saúde.

    Compartilhe!

    De acordo informações divulgadas pela CMJ, foi realizada na tarde desta terça-feira, dia 22, no plenário da Câmara Municipal de Jataí, uma reunião entre dirigentes da Saneago, vereadores e representantes do executivo. A empresa estatal falou sobre o novo marco legal do saneamento básico, cujas normas foram recentemente publicadas pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), os investimentos que estão sendo planejados para Jataí e os motivos pelos quais é necessário um aditivo ao atual contrato entre município e Saneago.

    O encontro, que ocorreu no Dia Mundial da Água, precede o evento que será realizado em maio, a Semana da Água, promovida pela Câmara Municipal, por meio da Escola de Gestão e Eficiência Legislativa (Egel), e da qual a Saneago é parceira.

    Estiveram presentes os vereadores Marina Silveira (presidente), Abimael Silva, Adilson Carvalho, Carlinhos Canzi, Durval Júnior, Genilson Santos, Marcos Patrick e Vicente Mantelli, o secretário Municipal de Obras, Tales Augusto Machado, o secretário Municipal do Meio Ambiente, Creso Vilela, o presidente da Saneago, Ricardo José Soavinski, o gerente regional, Fabiano Lima Teixeira, e vários técnicos da empresa.

    O novo marco legal do saneamento básico (Lei 14.026/20), em vigor desde julho de 2020, traz um conjunto de normas gerais com a meta de garantir que 99% da população tenha acesso à água potável e 90% disponha de coleta e tratamento de esgoto até 2033. O marco do saneamento extingue os chamados contratos de programa firmados sem licitação e determina a inclusão de cláusulas essenciais, como não interrupção dos serviços; redução de perdas na distribuição de água tratada; qualidade na prestação dos serviços; melhoria nos processos de tratamento e reuso e aproveitamento de águas de chuva.

    De acordo com Soavinski e outros representantes da Saneago, a aprovação de um aditivo ao contrato com o município, assinado em 2011 depois de passar por ampla discussão no parlamento jataiense, é necessária para que a estatal cumpra as metas estipuladas pelo novo marco. Vereadores e membros do executivo tiveram ainda a oportunidade de esclarecer dúvidas a respeito de outros assuntos referentes ao serviço de fornecimento de água potável na cidade.

    Repórter Mari JTI

    Fotos: Talisson Novais/CMJ.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.