• Publicado em

    Final de semana com vários acidentes graves em Goiás preocupam a PRF

    Foram quatro vítimas fatais.

    De sexta-feira (18) até este domingo (20) 04 pessoas vieram a óbito nas rodovias federais que cortam o estado de Goiás.

    Na sexta-feira um caminhão carregado capotou entre Anápolis e Goiânia, arremessando algumas pessoas na faixa de domínio da BR-153, que eram transportadas irregularmente na carroceria e junto à carga de milho verde. Um jovem de 29 anos morreu pois no momento do tombamento a carga voltou-se toda sobre ele e não conseguiu resistir aos ferimentos.

    No mesmo dia, por vota das 21:30, no km 184 da BR-452, em Itumbiara-GO, um outro acidente, dessa vez uma colisão entre uma caminhonete e um caminhão, tirou a vida do condutor de uma caminhonete, um home de 35 anos, que ficou preso às ferragens e não deu tempo de ser resgatado e conduzido a um hospital para seu salvamento.

    Neste sábado (19), em Bom Jesus de Goiás, também na BR-452, no km 132, um homem de 64 anos foi atropelado, quando tentava atravessar a rodovia, por volta das 20:20. O condutor da motocicleta e o passageiro tiveram lesões e foram removidos para hospitais desta cidade e de Itumbiara-GO.

    AMBULÂNCIA CAPOTA E MATA PACIENTE TRANSPORTADO

    Nesta tarde de domingo (20), por volta das 16:30, na BR-153, um capotamento tirou a vida de um senhor de 70 anos, que estava sendo transportado em uma ambulância da prefeitura municipal de Piracanjuba-GO para Goiânia.

    Segundo o condutor da ambulância um outro veículo de passeio teria feito o retorno existente no local, já adentrando à pista principal de rolamento, sem ser pela via correta – que seria a pista de aceleração existente, canalização da via que existe para que essas manobras de retorno em nível, sejam feitas com segurança.

    O carro oficial, para não colidir, manobrou repentinamente para um lado da pista, perdendo o controle da direção, vindo a capotar em seguida.

    No capotamento, o paciente que estava sendo transportado foi arremessado para fora da ambulância e não resistiu aos ferimentos, falecendo no local. Os demais passageiros, num total de três pessoas, que também estavam na ambulância foram encaminhados para hospitais em Goiânia. O veículo que fez a manobra errada saiu do local sem prestar socorro e não pode ser identificado.

    Foi feito o teste do etilômetro, que deu negativo, mas foram feitas autuações para a ambulância, por estar com excesso de passageiros (o veículo só poderia transporta duas pessoas além do motorista) e falta do uso do cinto de segurança.

    Repórter Mari JTI

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.