• Publicado em

    Joe Biden pede a cidadãos americanos que deixem a Ucrânia imediatamente

    De acordo com o presidente, a Rússia não é um grupo terrorista, mas sim um 'dos maiores exércitos do mundo'.

    Compartilhe!

    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou nesta quinta-feira (10) que os cidadãos americanos que residem na Ucrânia devem deixar o país imediatamente. Segundo o mandatário, a Rússia possui um dos maiores exércitos do mundo, e não é a mesma coisa que lidar com grupos terroristas.

    “Não é como se estivéssemos lidando com uma organização terrorista”, disse Biden em entrevista à rede NBC. “Estamos lidando com um dos maiores exércitos do mundo. É uma situação bem diferente, e as coisas podem sair do controle rapidamente.”

    Biden destacou que não há cenários em que ele envie tropas para retirar americanos da Ucrânia. “Vira uma guerra mundial quando americanos e russos começam a atirar um no outro.”

    O presidente dos Estados Unidos afirmou que o mandatário russo, Vladimir Putin, é “tolo o suficiente” para invadir a Ucrânia. Entretanto, ressaltou a inteligência do homólogo em “não fazer nada que possa impactar negativamente os cidadãos americanos”.

    Lester Holt, âncora da NBC, perguntou a Biden se ele disse a Putin para não envolver o povo americano no conflito. O presidente dos Estados Unidos respondeu que “não precisou dizer isso” ao russo porque “ele já sabe”.

    Nesta quinta-feira, caças americanos F-15 foram enviados para a Polônia, em um movimento que mostra os preparativos da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) no Leste Europeu. Os russos, por sua vez, continuam deslocando tropas para a fronteira da Ucrânia.

    Repórter Mari JTI / Via R7

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.