• Publicado em

    Juliette chora a morte da irmã mais nova no documentário: “perdi a fé”

    Julienne morreu vítima de um AVC aos 17 anos.

    O tão aguardado documentário de Juliette Freire está entre nós. A ganhadora do Big Brother Brasil (BBB), edição 2021, está nas telas da Globoplay, responsável pela produção. A paraibana conquistou corações de todo o país com seu jeito leve e simples, batendo recordes também dentro e fora do reality.

    Como esperado, um dos assuntos abordados pela vencedora do “BBB 21” foi a morte da irmã mais nova, Julienne, vítima de um AVC aos 17 anos. A mais nova foi, inclusive, lembrada pela ex-participante dentro da casa e até mesmo em forma de carta dias antes de entrar.

    Julienne é assunto no segundo episódio do documentário “Você Nunca Esteve Sozinha – O Doc de Juliette”. Após a morte, a campeã passou por um período difícil. Uma das amigas da paraibana lembra: “Até hoje é doloroso falar. A Juliette se enterrou junto com Julienne. Isso eu falo com propriedade porque vi. Tinha hora que a gente tinha que ir lá falar: ‘Amiga, tu tá viva. Vamos ali. É difícil, mas foi a vontade de Deus’”.

    “O mundo parou. Eu não sentia mais nada. Perdi a minha fé, perdi tudo. E a minha mãe, coitada, ela ficava desesperada. Todos os dias, ela ia chorar na minha cama, pedindo para eu não fazer isso, porque ela não ia aguentar perder duas filhas, e eu não tinha escolha, ia matar a minha mãe também e não queria fazer isso com ela. Aí engoli no seco e falei: ‘Vou viver'”, afirma Juliette, emocionada.

     

    Repórter Mari JTI/Via DOL

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.