• Publicado em

    Mulher e comparsa são presos em Goiás suspeitos de matar ex dela após emboscada

    O atual namorado foragido teria planejado o homicídio após descobrir que a namorada voltou a se encontrar com a vítima.

    Uma jovem e um homem foram presos suspeitos de participação na morte do ex-namorado dela após uma emboscada, em Cristalina, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, Yasmin Neves Caixeta e Jeferson Ribeiro da Silva atraíram Wesley Pereira dos Santos para o crime. Ele foi alvejado com três tiros. O atual namorado dela, Thiago Santana de Oliveira, também suspeito de envolvimento e amigo da vítima, está foragido.

    De acordo com as investigações, Thiago teria arquitetado o crime após descobrir que Yasmin estaria se encontrando novamente com a vítima. A corporação explicou que ele viu mensagens entre os dois no celular dela e começou a conversar com ele se passando pela mulher.

    “Na noite de quarta-feira (13), Thiago fez a namorada ligar para Wesley marcando um encontro em sua casa. Ao chegar, ele acabou sendo rendido pelo trio. Em seguida, eles foram até a zona rural da cidade e executaram a vítima com três tiros na cabeça”, disse ao G1 o escrivão de polícia Marcus Gonzatti.

    Após o homicídio, o trio voltou para a cidade na caminhonete de Wesley e com outro veículo, um VW Gol, também usado no crime.

    Rastreador

    O crime só foi descoberto no dia segunda, quinta-feira (14), depois que a família da vítima foi a delegacia e registrou um boletim por desaparecimento.

    A polícia começou a investigar o caso e, após entrar em contato com a seguradora da caminhonete de Wesley, descobriu que ela possuía rastreador.

    O veículo foi localizado abandonado em Brasília. Depois, os investigadores conseguiram descobrir que ela havia passado na zona rural da cidade. Ao se dirigirem para o local, eles encontraram o corpo.

    Durante a apuração do caso, a polícia conseguiu imagens de câmeras de segurança que mostram quando Wesley chega a casa da ex e depois sai acompanhado do outro carro.

    Fonte/G1

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.