• Publicado em

    Músico morre eletrocutado após levar choque de microfone

    Tony Ilha, 43 anos, era vocalista e guitarrista da banda Erva Daninha

    Compartilhe!

    Tony Ilha, vocalista e guitarrista da Banda Erva Daninha, morreu neste sábado (7) na sua casa no bairro Maiobão, na região metropolitana de São Luís. O música morreu após levar um choque elétrico enquanto consertava um microfone. As informações foram publicadas no G1.

    O amigo da família Josué Souza contou que a filha de Tony, de seis anos, foi a primeira a encontrá-lo. “Ela disse para a mãe ‘o papai está brincando de morto’. Segundo o amigo, quando a esposa de Tony notou que não se tratava de uma brincadeira chamou uma amiga da rua que é enfermeira para socorrê-lo”, relatou.

    De acordo com a publicação, o Serviço de Atendimento Móvel de urgência (Samu) foi acionado às 1h35. No entanto, familiares contaram que o atendimento demorou mais de 30 minutos para chegar à casa de Tony. Ao chegarem ao local, o músico já estava sem vida.

    Josué disse também que o laudo do Instituto Médico Legal (IML) atestou que as artérias de Tony sofreram queimaduras por causa do choque, o que para ele é estranho por se tratar de um aparelho de microfone.

    “Não tem como um microfone dar um choque desses. Ele ficou com uma queimadura de um palmo no peito. Eu nunca vi, nem soube de alguém que tenha morrido por causa de um choque causado por um microfone”, explicou Josué.

    O G1 recorda que o músico Tony Ilha tinha 43 anos e deixa seis filhos.

    Assista:

     

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.