• Publicado em

    Polícia prende vizinho por feminicídio de jovem; corpo estava enterrado no quintal dele

    Thuane Silva, morta com sinais de estupro em Magé.

    Compartilhe!

    A Polícia Civil do RJ prendeu na noite desta quarta-feira (4) o principal suspeito do feminicídio de Thuane Silva, de 20 anos, em Magé, na Baixada Fluminense, na última segunda (2). O corpo estava enterrado no quintal dele e tinha sinais de violência sexual.

    Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) e da 109ª DP (Sapucaia) capturaram Iranildo Martins da Silva, o vizinho em cujo quintal o corpo de Thuane foi encontrado. O suspeito estava na localidade de São João, em Sapucaia, no Sul Fluminense.

    Contra Iranildo havia um mandado de prisão temporária em aberto pela morte da jovem. Segundo policiais, Iranildo chegou a escapar de um cerco na manhã de quarta, pulando de uma ponte para o leito do Rio Paraíba do Sul. Por volta das 19h, ele foi encontrado. PMs do 38º BPM (Três Rios) ajudaram na perseguição.

    Como foi o crime

    Thuane tinha saído de casa para ir ao supermercado, por volta do meio-dia, e não apareceu mais. Gritos foram ouvidos da casa de Iranildo, vizinho da jovem, e a família foi até o local. Ele não estava mais na casa.

    “Quando eu passei com uma vizinha, eu escutei alguém gritando: ‘Mãe, socorro!’. Fui para casa. Meia hora depois, me deu um estalo. Começamos a revistar o quintal, reviramos tudo, todos os poços. Os policiais chegaram, isolaram. Quando foi à noite, eu não sei como, acharam ela em frente à porta dele, enterrada”, narrou a mãe de Thuane.

    Vítima

    Repórter Mari JTI / Via G1

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.