• Publicado em

    Policiais militares evitam suicídio na passarela da BR 060, em Rio Verde

    Além da Policia Militar também participou da ocorrência o GCM e os Bombeiros.

    De acordo informações divulgadas pelo 2º BPM, equipe tática em patrulhamento ostensivo e preventivo pelo bairro parque Bandeirantes nas proximidades do estádio Mozart Veloso Rio Verde – Goiás, momento que o COPOM repassou via rádio que, em uma passarela usada para tráfego de pedestres localizada na rodovia BR 060 entre os bairros Jardim das Margaridas e Vila Maria, estaria ocorrendo uma tentativa de suicídio, que no local se encontrava uma pessoa dependurada pelo lado externo da passarela na eminência de se jogar na via, tendo em vista a altura daquele local e a quantidade veículos de grande porte que transitam naquela rodovia.

    Devido à gravidade do fato, a equipe deslocou rapidamente para o local repassado, que ao chegar no local, esta equipe visualizou um indivíduo dependurado e uma equipe da GCM tentando segurar o mesmo para não se jogar, devido à dificuldade encontrada por esta equipe em socorrer o indivíduo, foi necessário um dos componentes, escalar pelo lado externo da passarela, para tentar segurar o mesmo pelos braços junto com os outros membros e assim evitar a possível queda, enquanto uma equipe dos BOMBEIROS, cortavam a grade de proteção para assim tentar puxar o indivíduo para um local seguro.

    No momento estava dois GCM’S, o comandante e o terceiro homem desta equipe tática agarrados ao indivíduo, tendo em vista que o mesmo estava fazendo bastante força para desvencilhar-se das equipes a todo momento para se jogar, inclusive por conta do trânsito de veículos de grande porte naquele local, foi necessário que o motorista da equipe tática, fizesse a contenção da rodovia BR 060 e assim evitando que veículos passassem naquele momento.

    Logo em seguida a equipe dos bombeiros viatura ABTS composta pelo 1° Sargento Leandro, 1° Sargento Lindomar e 2° Sargento Pereira logrou êxito em cortar a grade de proteção e assim sendo possível puxar o indivíduo para local seguro, e após, o mesmo foi imobilizado e colocado em uma maca dos bombeiros e encaminhado para unidade de pronto atendimento para receber os cuidados necessários.

    Repórter Mari JTI

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.