• Publicado em

    Radialista é assassinado na rádio, após marido traído ver mensagem no celular

    O crime aconteceu na manhã desta terça-feira (19), na cidade de Nova Xavantina (distante 605 km de Cuiabá). O autor ainda matou sua esposa e se suicidou.

    Um crime passional chocou a cidade de Nova Xavantina (distante 605km de Cuiabá) na manhã desta terça-feira (19). De acordo com a Polícia Judiciária Civil (PJC), um mototaxista, identificado como Dualcir Durte de Oliveira assassinou o radialista Alberto Viana na porta da Rádio NX AM, onde era diretor. Logo em seguida, foi para sua casa e também matou a esposa e se matou enforcado.

    radialista assassinado

    Radialista Alberto Viana

    Os crimes aconteceram por volta das 09h. O radialista foi atingido pelo primeiro tiro na calçada da rádio, instalada no centro da cidade. “Ele disparou cinco vezes contra o radialista e em seguida fugiu. O radialista estava parado e tentou correr, mas voltou a ser atingido e morreu dentro da emissora”, disse o delegado Sidarta Vidigal de Almeida, titular da Delegacia de Nova Xavantina.

    Ainda segundo o delegado, após assassinar o radialista, o mototaxista foi até sua casa e também matou sua esposa. Existe indícios de que os dois entraram em luta corporal, porém a mulher, identificada como Marcilene Ribeiro da Silva, foi morta com pelo menos duas facadas no coração.

    Casal morto: Dualcir e Marcilene

    Casal morto: Dualcir e Marcilene

    Após matar sua esposa, Dualcir tentou se matar com um tiro no queixo, mas o disparo o atingiu de raspão e ele amarrou uma corda na área da casa e em seguida se enforcou. Perto dos corpos estava a arma utilizada no crime e a faca toda ensangüentada.

    A linha principal de investigação é de que o crime seja passional, já que no fim de semana o mototaxista encontrou uma conversa no celular da esposa.

    “Provavelmente foi um crime passional, pois existia uma suspeita, segundos familiares, de que a Marcilene ficava com o radialista quando o marido saía para o trabalho.

    No celular da mulher o mototaxista encontrou uma conversa da esposa com o Alberto ele teria ficado muito bravo”, informou a Polícia Civil.

    Esse é o primeiro crime de execução na cidade em 2015. “Aqui hoje está um alvoroço total. Cidade pequena que não acontece nada, quando tem um caso assim todas as conversas envolvem isso.

    Porém, temos que tentar cuidar de tudo com precisão, pois existe muito boato”, comentou o delegado.

     

     

    Adaptações Plantão JTI
    FONTE: HIPERNOTICIAS
    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.